Audiovisual
 A+    A-  Tamanho da Fonte:

Outubro/2013


Televisão

Bordões de Félix

Vilão da telenovela Amor à Vida, personagem de Mateus Solano tem nas máximas pseudobíblicas um trampolim para o humor

Por Luiz Roberto Wagner e Djenane Sichieri Wagner Cunha


Com inteligência e perspicácia, a telenovela Amor à Vida (Globo, 21h) aborda o homossexualismo. Para suavizar o tema, ainda polêmico em nossa sociedade, o autor Walcyr Carrasco inclui nas falas do vilão homossexual enrustido diversos bordões humorados. O novelista criou o protagonista Félix, com falas que apresentam o seu humor sarcástico.

Ao menos nos capítulos iniciais da novela, sempre que algo desse errado, ou desagradasse à personagem, ele soltava "Salguei a Santa Ceia!", que ganhou as ruas. A intertextualidade é evidentemente bíblica, e remete à última refeição que reuniu Cristo com os 12 apóstolos. O verbo "salgar" remete ao condimento "sal", que, em demasia, estraga as comidas. Como esse bordão fez sucesso, o autor criou novas expressões, quase sempre com a temática religiosa e as formas verbais na 1ª pessoa do pretérito perfeito do indicativo, expressando uma ação já ocorrida. Essa pessoa do discurso pressupõe não só a participação da personagem na ação evidenciada, como também a sua autoria. Criatividade A presença desses bordões na novela Amor à Vida configura a criatividade do autor ao explorar uma personagem - ainda em criação - que conseguiu desenvolver um modelo característico de vilão. O homossexualismo, a princípio temática central do protagonista, passou a ser secundário, uma vez que os telespectadores têm outros olhos para Félix, pois aguardam qual será a sua fala do dia, qual será o seu novo e criativo bordão. O desempenho do protagonista foi tão evidenciado, que os internautas fizeram uso das redes sociais para apor as suas opiniões e dar sugestões de novos bordões ao autor da novela. Evidencia-se uma coautoria na dramaturgia novelesca. As citações - Santa Ceia, Santo Sepulcro, Dez Mandamentos, Mar Morto - fazem com que o telespectador realize a intertextualidade com fatos e elementos bíblicos já conhecidos, facilitando a compreensão imediata e valorizando, assim, o humor sarcástico da personagem.

Piquei salsinha na Tábua dos Dez Mandamentos

Numa situação adversa, Félix novamente usa um condimento para o tempero de saladas. Percebe-se a polissemia com a palavra "tábua" que apresenta dois sentidos: suporte de madeira ou de outro material para o corte de verduras, vegetais, etc. e a Tábua dos Dez Mandamentos, de Moisés.


 

Sapateei no Santo Sepulcro

Com a frase, novamente se evidencia a 1ª pessoa, definindo o local onde Jesus foi enterrado; o verbo "sapatear", a dança, nessa frase pressupõe uma ação indigna, irônica, que não é própria de um cidadão de bem.


 

Quando a gente chega ao fundo do poço, vê que o buraco é mais embaixo

Não se trata propriamente de um bordão, nem mesmo bíblico, mas de um adágio já conhecido e bastante explorado, usado pelo autor da novela como recurso humorístico ao retratar um momento de desespero de Félix.


 
Será que fiz confete com os pergaminhos do Mar Morto?

Quando Félix explodiu com a fala, mudou-se a estrutura do enunciado. Vem à tona o local bíblico "Mar Morto" - ainda existente em Israel -, e o termo arcaico "pergaminhos", numa referência a picar em pedaços alguns documentos antigos e valiosos.


 

Tomei caipirinha no Santo Graal

Não se trata de um suco ou refrigerante, mas de uma bebida alcoólica, que contrasta com a sacralidade do cálice usado por Jesus Cristo na Última Ceia.


 

Pelos cachos de Sansão! Pelas rugas de Matusalém!

Em um mesmo capítulo, Félix soltou: "Pelas barbas do profeta!", expressão nominal já conhecida. Pouco antes, no entanto, ele havia dito: "Pelos cachos de Sansão!" Por analogia à outra, o autor usou o paralelismo sintático (contração + substantivo + preposição + substantivo), substituindo "barbas do profeta" por "cachos de Sansão", uma vez que a raiz da força descomunal de Sansão eram os cabelos, por isso o apelo a "cachos". Depois, seguindo o mesmo paralelismo, o autor traz outra personagem bíblica do Antigo Testamento, conhecida por ser a personagem mais longeva da Bíblia. Explica-se, portanto, o termo "rugas".

 



PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Editora Segmento - Nossas Revistas

Copyright © 2012 - Editora Segmento - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
Política de Privacidade